Thursday, April 21, 2011

Relacionamento

Como agir no primeiro encontro após o divórcio

Terminar um relacionamento não é algo fácil. Mas, não é por isso que você precisa se fechar às novas experiências amorosas. Algumas dicas podem ajudar você a saber o que fazer e o que evitar no primeiro encontro com outro homem após anos de casada.

Voltar a vida de solteira não é tão difícil quanto parece

Terminar um relacionamento não é algo fácil. Mas, não é por isso que você precisa se fechar às novas experiências amorosas. Algumas dicas podem ajudar você a saber o que fazer e o que evitar no primeiro encontro com outro homem após anos de casada.

"Independentemente do tempo que durou o casamento, a mulher não deve falar sobre o ex", indica a terapeuta de casais Eliete de Medeiros. "Todos os homens irão se afastar, pois perceberão que ela ainda está vinculada ao antigo companheiro", explica.

De acordo com Eliete, apenas se o novo parceiro perguntar, a mulher deve dizer resumidamente como foi a separação.

"Acredito que seja muito importante que a mulher não pense em substituir o ex e sim em estar aberta para conhecer novas pessoas", essa é a opinião da psicóloga Sueli Castillo.

"Também é importante perceber que podemos "ser" mulher, filha, mãe, irmã, mas que em um relacionamento sempre "estamos". Portanto, se estamos podemos deixar de estar. Se somos não deixaremos de ser", define Sueli.

Ou seja, de acordo com as profissionais, sua relação com o ex deve estar bem definida. Só assim você poderá partir para outra. No entanto, talvez seja necessário algumas dicas para "desenferrujar". Confira a seguir.

"A mulher vai ter que reaprender a conquistar, principalmente se ela ficou casada por mais de cinco anos", diz Eliete. "Nesse caso, ela não conhece a era dos ficantes, por isso pode achar tudo um pouco estranho".

Segundo a psicóloga Sueli Castillo, todo o contexto social em que a mulher estava inserida se modifica, por isso é importante que ela faça uma revisão de seus valores pessoais. "Encontrar uma forma de participar de novos grupos, fazer novos amigos, criar um novo meio social são essenciais", acredita.

Uma estranha no ninho
Baladas, barzinhos, sair só com amigas, esses são programas que você não estava acostumada. Mas, de acordo com Eliete de Medeiros, isso pode não ser um problema, principalmente se a mulher quiser um compromisso.

"O homem pode perceber que ela não é daquele ambiente e, portanto, pensar que ela é uma mulher mais reservada. E vale lembrar que ainda existe a diferença entre mulheres para ficar e para ter um relacionamento sério", explica a terapeuta.

E se você estiver com medo desse novo desafio, acalme-se, Sueli Castillo explica o que fazer. "O homem pode perceber que a mulher não está muito confortável nesse primeiro encontro. Diversos motivos podem promover essa percepção tais como, ansiedade, medo de não agradar, medo de um possível envolvimento e também timidez. Mas acredito que se a mulher for o mais natural possível a situação não será embaraçosa".

O que evitar
Além de não falar do ex e dos problemas que teve na antiga relação, segundo Eliete de Medeiros, você precisa ter flexibilidade. "Se a mulher pensar que o homem deve a aceitar da forma que ela é, vai esquentar a cadeira por muito tempo".

"As mulheres querem um robô, que faça tudo o que elas desejam. Por pouca coisa já rejeitam o outro. Por isso há tantas pessoas solteiras", afirma.

O risco da exposição elevada também deve ser evitado. "Depois de anos de casamento, a mulher se sente livre e quer aproveitar a vida. Mas é preciso preservar sua imagem", alerta Eliete.

"Se ela quiser curtir com vários homens, que faça isso. Mas é melhor que seja, por exemplo, em uma outra cidade", aconselha.

Redação Terra

No comments: